Financiamento de imóvel 2021

Publicidade

É hora de realizar o sonho de adquirir uma casa própria e fazer um Financiamento de imóvel 2021 ? Para especialistas, a resposta é sim. Taxas de juros mais baixas no Brasil, disputas entre bancos em busca de novos compradores e imóveis mais acessíveis aumentam as chances de bons negócios em 2021.

Publicidade

Cristiane Portella, presidente da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip). Disse que este momento é muito importante para quem não tem orçamento afetado pela pandemia. Uma vez que esta é uma decisão de médio a longo prazo, as pessoas irão eventualmente proceder de acordo com seus planos.”

Publicidade

Segundo o professor de MBA da FGV (Fundação Getulio Vargas) Sérgio Cano, com o advento da pandemia, o desempenho do setor não correspondeu às expectativas em 2020, o que compensará os prejuízos causados ​​pela recessão econômica de 2015 a 2018. Em comparação com os preços reais em 2014, os preços dos imóveis ainda não se recuperaram.

Financiamento de imóvel 2021

Juros

Até 2020, o Financiamento de imóvel 2021 com recursos de poupança atingiu um recorde histórico contínuo. De acordo com dados da Associação Brasileira das Entidades Hipotecárias e Poupança (Abecip), no ano passado, os empréstimos para aquisição e construção de imóveis chegaram a 124 bilhões de reais. Mesmo em um ano com a incerteza trazida pela pandemia do coronavírus.

taxa de juros

Na hora de determinar o melhor banco e a melhor taxa de financiamento, você deve considerar também as condições do parcelamento, pois toda instituição financeira tem suas vantagens. Na Caixa, você pode usar o FGTS como parte do seu pagamento e escolher entre os seguintes fatores de correção: TR ou IPCA.

Além disso, a hipoteca pode ser quitada em 420 meses (35 anos), e o valor do parcelamento pode ser de até 30% da renda total da família. O Banco do Brasil, assim como a Caixa, oferece um prazo de pagamento final de até 35 anos. Além disso, o FGTS também pode ser utilizado para reduzir parte do investimento.

Dicas de financiamento

Também pode fornecer fundos para 80% do valor do imóvel residencial que você deseja comprar (seja novo ou usado). No Santander, é possível utilizar o FGTS em residências antigas e novas, com valor de até 1,5 milhão de reais. Além de poderem custear até 80% do valor do imóvel requerido, o parcelamento também pode cobrir até 35 anos.

Por sua vez, o Bradesco só permite o parcelamento em prazo não superior a 360 meses (30 anos). Aqui também é possível arrecadar até 80% do valor do imóvel. O Banco Itaú pode fornecer até 82% do valor do imóvel exigido, sendo o valor mínimo de R $ 100.000. O FGTS pode ser utilizado para descontar parte do valor do financiamento, e o pagamento pode ser feito em até 360 meses.

prazo do financiamento

No caso do financiamento de um imóvel, é fundamental que o cliente conheça o valor do parcelamento e como são cobrados os juros sobre o saldo devedor. Isso ocorre porque há uma relação entre o prazo da hipoteca e a taxa de juros.

Quanto mais longo for o período de parcelamento, maior será a taxa de juros! Portanto, você deve analisar com calma as vantagens oferecidas pelas instituições financeiras. Dessa forma, fica mais fácil determinar qual opção é a melhor!

Como conseguir as melhores taxas de juros

A amortização é usada para reduzir o valor da dívida ou do financiamento. Portanto, toda vez que o cliente paga uma parcela, o saldo devido é amortizado. Porém, caso o cliente tenha aumento de salário ou renda adicional, o processo de amortização pode ser acelerado por parte do pagamento esperado.

Publicidade

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here